gototop
FacebookTwitterFlickrFeed

Imunização de adultos

Quem tem entre 20 e 59 anos de idade deve tomar quatro vacinas. Todas estão disponíveis gratuitamente nos centros de saúde do DF

6 de Dezembro de 2011 - 00:00
Imunização de adultos


Victor Ribeiro, da Agência Brasília

Muitos adultos, quando pensam em vacinação, lembram do personagem Zé Gotinha e associam a imunização às crianças. Apesar disso, quem tem entre 20 e 59 anos precisa tomar quatro vacinas, que irão proteger contra hepatite B, difteria, tétano, febre amarela, sarampo, caxumba e rubéola. As doses estão disponíveis gratuitamente em todos os centros de saúde do Distrito Federal.

A médica responsável pela Gerência de Vigilância Epidemiológica e Imunização do Distrito Federal, Cristina Segatto, explicou que o órgão realiza diversas campanhas para imunização de adultos durante todo o ano, implantando postos de vacinação em locais que fogem à rotina, como a rodoviária ou o Parque da Cidade, por exemplo. Existem também as campanhas de vacinação de pessoal que trabalha sob o risco de doença, como médicos, enfermeiros, bombeiros e policiais.

As quatro vacinas a serem tomadas pelos adultos são: tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola), em dose única; dupla adulto (contra difteria e tétano), com uma dose a cada dez anos; febre amarela, também com uma dose a cada dez anos; e hepatite B, com três doses, que a partir de 2012 terá a faixa etária do público-alvo estendida de 24 para 29 anos.

O chefe do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Regional Norte de Saúde, Carlos Vaugrand, explica que uma pessoa só pode ser considerada vacinada se apresentar o cartão de vacinação. “Sem o cartão, é preciso tomar todas as vacinas de novo. Por isso, é preciso manter o cartão atualizado e não perdê-lo”, orienta.

De acordo com o médico, que trabalha no Ambulatório do Viajante do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), apresentar o cartão ao se vacinar é importante também para que o governo possa planejar políticas de saúde pública. “A observação do cartão facilita a elaboração de campanhas contra surtos de doenças, porque permite ao governo definir estratégias mais focadas”, destaca Vaugrand.

Dados da Gerência de Vigilância Epidemiológica e Imunização do Distrito Federal, órgão vinculado à Secretaria de Saúde, mostram que, ao todo, 293.161 adultos foram imunizados com as três doses da vacina contra a Hepatite B em 2011. A doença é a que oferece maior risco à população, além de ter tempo fixo de aplicação entre as doses – a segunda deve ser aplicada um mês após a primeira e a terceira, deve ser aplicada seis meses após a segunda.

Cuidados - Antes de se vacinar, lembra o médico Carlos Vaugrand, é preciso estar atento a duas restrições. A primeira delas é quanto à vacinação das grávidas: “Elas devem receber apenas a dupla adulto e a de hepatite B”, informa.

Outro cuidado a se tomar é em relação às vacinas tríplice viral e contra febre amarela. “Como elas são feitas a partir de vírus vivos, ou a pessoa toma as duas no mesmo dia ou toma com um intervalo de 30 dias”, diz.

Viagens - Para quem pensa em viajar, Carlos Vaugrand avisa que, em geral, basta manter o cartão em dia. “Quem vai para Estados Unidos e América Central, por exemplo, já está contemplado pelo nosso calendário normal de imunização. Em geral, a única vacina exigida é a da febre amarela”, afirma.

Carlos Vaugrand acrescenta que somente para alguns países da África e da Ásia são exigidas vacinas específicas, como as contra meningite e febre tifoide. Ele recomenda ainda que quem planeje ir a esses continentes compareça ao Ambulatório do Viajante para receber instruções específicas. “Nós temos orientações sobre cuidados a tomar em alguns países, que vão desde a comida até o uso de cosméticos e o consumo de água”, conta.

O atendimento no Ambulatório do Viajante do Hran (Setor Médico Hospitalar Norte, quadra 101, Área Especial, Asa Norte – Brasília) é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, e deve ser agendado previamente pelo telefone (61) 3325-4362.

Agenda do Governador do Distrito Federal
 
Saiba quais os desligamentos programados pela Ceb
 
Falta de água programada pela Caesb
 
Vagas de Emprego no Distrito Federal
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Saúde Imunização de adultos