gototop
FacebookTwitterFlickrFeed

Trabalhadores do SLU passam por bateria de exames

Os atendimentos incluíram desde aferição de pressão a avaliação dermatológica

Ailane Silva, da Agência Brasília
16 de Agosto de 2012 - 17:56
Foto: Pedro Ventura Trabalhadores do SLU passam por bateria de exames

Os funcionários do Serviço de Limpeza Urbano (SLU) foram atendidos nesta quinta-feira (16) pela equipe do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Cerca de 250 pessoas realizaram exames que foram desde aferição de pressão a avaliação dermatológica. A primeira dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, estava presente. Ela é médica e alertou sobre a importância da medida, destinada especialmente para a atenção à saúde masculina.

"Toda ação voltada para saúde é relevante. Hoje, estamos priorizando o atendimento aos homens, principalmente, porque eles não têm o hábito de ir ao médico", destacou Ilza Queiroz. "Além disso, eles têm de ser relembrados que precisam usar os equipamentos de proteção e cuidar da própria saúde", completou.

O diretor-geral do SLU, Gastão Ramos, explicou que a ação chegará a todos os funcionários do órgão. "É importante checar a saúde dos nossos trabalhadores. Nossa intenção é montar um cronograma em parceria com os órgãos de saúde do GDF para atender os mais de 2 mil empregados", ressalta.

Além de orientações sobre o tabagismo, doenças sexualmente transmissíveis (DST) e aids, os empregados realizaram teste rápido de hepatite B; vacinação contra tétano, caxumba, rubéola, febre amarela, gripe e sarampo; e exames de medição de pressão, glicemia e acuidade visual.

O vigilante Firmino Lopes da Rocha, 67 anos, trabalha há 26 anos no SLU e reconhece a importância dos cuidados com a saúde. "É a primeira vez que vejo uma ação como essa", comemora. "A iniciativa é muito boa. Já tive a minha pressão aferida, fiz o teste rápido de hepatite B e agora vou receber atendimento para saber como está a minha audição", conta Firmino Rocha.

Os atendimentos foram prestados por 30 servidores dos núcleos de Tabagismo, DST/Aids, Saúde do Homem e Saúde do Adulto, em parceria com 15 universitários da Universidade de Brasília (UnB), Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) e Centro Universitário UDF.

Cerest – A diretora do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), Elienai de Alencar, explica que, "além de divulgar os serviços que a Secretaria de Estado de Saúde oferece, fazemos o trabalho de vigilância para detectar onde estão as doenças e notificá-las, o que auxilia na promoção de políticas públicas para o combate às doenças".

Os empregados que apresentaram problemas de saúde receberão atendimento adequado. "Nós fizemos 14 notificações relacionadas a casos que sugerem câncer de pele. Que não estiver com a saúde em dia será encaminhado para tratamento na rede pública de saúde", informa.

Os dados coletados são compartilhados com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. As informações são direcionadas para o banco de dados usado também pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Agenda do Governador do Distrito Federal
 
Saiba quais os desligamentos programados pela Ceb
 
Falta de água programada pela Caesb
 
Vagas de Emprego no Distrito Federal
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Informações Trabalhadores do SLU passam por bateria de exames