gototop
Sexta, 17 Agosto 2012 23:24

O papel do Estado e da sociedade na comunicação

  Da Redação

Segundo dia do #ComunicaDF destacou o desempenho da Secom-DF e as experiências registradas em outras unidades da Federação

A necessidade e a importância de democratizar a comunicação e integrar população e governo, a criação de canais públicos de comunicação e as experiências bem-sucedidas de outras unidades da Federação foram os principais assuntos discutidos no segundo dia do 1º Seminário de Comunicação Pública do Distrito Federal, o #ComunicaDF. Representantes do governo, da sociedade civil e do setor acadêmico debateram nesta sexta-feira (17) os desafios para a estruturação de uma comunicação pública democrática.

No primeiro painel do dia – “O Estado e as políticas públicas de comunicação”, a secretária de Comunicação Social do GDF, Samanta Sallum, responsável pela organização do #ComunicaDF, destacou a importância da integração entre governo e sociedade. “Há um compromisso nesta gestão em construir uma comunicação pública que fique como legado, independentemente de quem esteja no Palácio do Buriti. E a participação social é que vai garantir essa autonomia e o atendimento às demandas da sociedade”, afirmou. 

Os debates no painel “Projetos locais para a comunicação”, o segundo de hoje, destacaram a necessidade de criação do Conselho de Comunicação Social, de TVs públicas e comunitárias, além de um Fundo de Comunicação para o DF.  A secretária-adjunta de Comunicação Social do GDF, Ana Paixão, apontou os desafios, os projetos de reformulação e a nova estrutura da pasta. Além disso, divulgou produtos da secretaria, como os programas de rádio Conversa com o Governador e Momento da Copa, o informe GDF Faz, o monitoramento e as intervenções nas redes sociais. “Ao todo, são 13 projetos prioritários na área da Comunicação Social do GDF”, apontou.

“As experiências de comunicação em governos populares” foi o tema do terceiro e último painel do dia. Com a participação de representantes dos governos do Distrito Federal, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul, a principal discussão entre a mesa e representantes da sociedade civil foi a implantação de um conselho de comunicação. “O compartilhamento dos projetos e experiências inovadores no setor e o intercâmbio de informações servirão de subsídios para a elaboração de princípios, diretrizes e recomendações para o aprimoramento das políticas públicas distritais”, afirmou a secretária de Comunicação Social do DF, Samanta Sallum. A secretária também ressaltou o compromisso do governador Agnelo Queiroz de redesenhar a estrutura da comunicação.

agenda governador
momento da copa
banner historia sucessos
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Informações O papel do Estado e da sociedade na comunicação