gototop
FacebookTwitterFlickrFeed

O papel do Estado e da sociedade na comunicação

Segundo dia do #ComunicaDF destacou o desempenho da Secom-DF e as experiências registradas em outras unidades da Federação

Da Redação
17 de Agosto de 2012 - 22:24

A necessidade e a importância de democratizar a comunicação e integrar população e governo, a criação de canais públicos de comunicação e as experiências bem-sucedidas de outras unidades da Federação foram os principais assuntos discutidos no segundo dia do 1º Seminário de Comunicação Pública do Distrito Federal, o #ComunicaDF. Representantes do governo, da sociedade civil e do setor acadêmico debateram nesta sexta-feira (17) os desafios para a estruturação de uma comunicação pública democrática.

No primeiro painel do dia – “O Estado e as políticas públicas de comunicação”, a secretária de Comunicação Social do GDF, Samanta Sallum, responsável pela organização do #ComunicaDF, destacou a importância da integração entre governo e sociedade. “Há um compromisso nesta gestão em construir uma comunicação pública que fique como legado, independentemente de quem esteja no Palácio do Buriti. E a participação social é que vai garantir essa autonomia e o atendimento às demandas da sociedade”, afirmou. 

Os debates no painel “Projetos locais para a comunicação”, o segundo de hoje, destacaram a necessidade de criação do Conselho de Comunicação Social, de TVs públicas e comunitárias, além de um Fundo de Comunicação para o DF.  A secretária-adjunta de Comunicação Social do GDF, Ana Paixão, apontou os desafios, os projetos de reformulação e a nova estrutura da pasta. Além disso, divulgou produtos da secretaria, como os programas de rádio Conversa com o Governador e Momento da Copa, o informe GDF Faz, o monitoramento e as intervenções nas redes sociais. “Ao todo, são 13 projetos prioritários na área da Comunicação Social do GDF”, apontou.

“As experiências de comunicação em governos populares” foi o tema do terceiro e último painel do dia. Com a participação de representantes dos governos do Distrito Federal, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul, a principal discussão entre a mesa e representantes da sociedade civil foi a implantação de um conselho de comunicação. “O compartilhamento dos projetos e experiências inovadores no setor e o intercâmbio de informações servirão de subsídios para a elaboração de princípios, diretrizes e recomendações para o aprimoramento das políticas públicas distritais”, afirmou a secretária de Comunicação Social do DF, Samanta Sallum. A secretária também ressaltou o compromisso do governador Agnelo Queiroz de redesenhar a estrutura da comunicação.

Agenda do Governador do Distrito Federal
 
Saiba quais os desligamentos programados pela Ceb
 
Falta de água programada pela Caesb
 
Vagas de Emprego no Distrito Federal
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Informações O papel do Estado e da sociedade na comunicação