gototop
Sexta, 14 Dezembro 2012 14:46

Agnelo Queiroz visita novo Centro Administrativo do GDF

  Suzano Almeida, da Agência Brasília
Agnelo Queiroz visita novo Centro Administrativo do GDF Foto: Roberto Barroso

Primeira etapa da obra deverá ficar pronta no final de 2013. Conjunto de 16 prédios abrigará órgãos do governo, centro de convenções e shopping center

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado pela primeira-dama, Ilza Queiroz, e pelo vice-governador, Tadeu Filippelli, visitou nesta sexta-feira (14) as obras do Centro Administrativo de Taguatinga (Centrad), localizado na região que faz divisa com Ceilândia e Samambaia. O novo complexo, com área total construída de 178 mil m², abrigará secretarias, hoje instaladas em prédios alugados pelo GDF, no Palácio e no Anexo do Buriti, a Governadoria do DF, centro de convenções e centro de convivência, que contará com shopping e praça de alimentação. A construção é realizada por meio de Parceria Público-Privada (PPP), e tem custo aproximado de R$ 800 milhões. A primeira etapa será entregue no final de 2013 e a segunda, em meados de 2014.

“Essa é mais uma grande obra do Governo do Distrito Federal. Vamos concentrar toda a administração em um só local, evitando a dispersão absurda que existe hoje, contratos de aluguéis, além de gastos gigantescos com a manutenção dessas estruturas, para, assim, modernizar e otimizar a gestão. Com ela, será possível economizar R$ 11 milhões por mês”, declarou o governador Agnelo Queiroz.

O complexo será composto por 16 torres: quatro prédios de 15 pavimentos, 10 edificações de quatro andares, um prédio para a Governadoria e um shopping com centro de convivência. A estrutura contará, ainda, com estacionamento, bicicletário, e linhas de ônibus e metrô a menos de 100 metros do local.

O governador explica que as mudanças levarão desenvolvimento e mudarão o fluxo de trabalhadores da região, que abriga cerca de 46% da população do DF. “Estamos descentralizando os postos de trabalho, para diminuirmos a concentração no Plano Piloto. Daremos viabilidade para que as pessoas cheguem até aqui, por meio do metrô, que passa na porta”, afirmou.

PPP – Segundo o secretário de Obras, David Matos, a construção da parte física está avaliada em R$ 439 milhões. O contrato com a empresa responsável tem duração de 22 anos. Nesse período, ela será responsável por toda  manutenção do complexo, dos equipamentos e da segurança, sem ônus adicionais ao GDF. O restante dos R$ 800 milhões, valor estimado para obra, anunciado pelo governador,  está previsto para exploração do espaço por parte da construtora.

“O governo passará a pagar, a partir da entrega da Governadoria, cerca de R$ 4 milhões mensais referentes à amortização pela construção do prédio, que, nesse momento, não recebe recursos públicos. Durante todo o período em que a empresa explorar o Centrad, o GDF não gastará com os serviços gerais da estrutura. Será tudo por conta da empresa, que explorará a parte comercial”, explicou David Matos.

Tecnologia de Ponta – A obra realizada por meio de PPP conta com tecnologia importada da Dinamarca, conhecida como Bubble Deck, que consiste em uma esfera que preenche espaços que deveriam ser ocupados por concreto.

“Esta é a primeira vez que essa tecnologia é usada no Brasil. Ela permite menor gasto com material, deixando o prédio mais leve e preservando a natureza”, explicou o gerente de engenharia do Centrad, Alberto Uno.

Participaram  também da visita, o chefe da Casa Militar, tenente-coronel Rogério Leão, e o deputado federal Ronaldo Fonseca, além de representantes da construtora.

agenda governador
momento da copa
banner historia sucessos
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Informações Agnelo Queiroz visita novo Centro Administrativo do GDF