gototop

Portal do GDF

FacebookTwitterYoutubeFeed
Sexta, 08 Março 2013 15:51

Começa vacinação contra HPV nas escolas

  Evelin Campos, da Agência Brasília
Começa vacinação contra HPV nas escolas Foto: Lula Lopes

No Dia Internacional da Mulher, governador Agnelo Queiroz lançou campanha que vai imunizar 64 mil meninas de 11 a 13 anos. Vírus é a principal causa do câncer do colo do útero


Em uma iniciativa pioneira no país, o Governo do Distrito Federal lançou, nesta sexta-feira (8), no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 01 da Estrutural, a campanha de vacinação contra o papiloma vírus (HPV). A meta é imunizar 64 mil meninas com idade entre 11 e 13 anos, de todas as escolas públicas e privadas do DF.


O governador Agnelo Queiroz, ao lado da primeira-dama, Ilza Queiroz, acompanhou a aplicação da primeira dose em uma das 364 meninas do CEF 01. O objetivo da campanha é prevenir a incidência do HPV, um vírus sexualmente transmissível, responsável por 70% dos casos de câncer de colo uterino no mundo. "Em 2012, 90 mulheres morreram em decorrência dessa doença no DF. Com essa ação preventiva, vamos salvar muitas vidas", destacou o governador.


A escolha da faixa etária foi embasada por estudos, realizados entre as meninas do DF, que apontam o início da vida sexual após os 15 anos. "A ideia é vaciná-las hoje para protegê-las no futuro", explicou a primeira-dama, uma das principais articuladoras da ação. Para isso, o GDF adquiriu 192 mil doses da vacina, um investimento de R$ 13 milhões. Cada menina receberá três aplicações, com intervalos de 60 e 180 dias após a primeira.


Prevenção – A vacina protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV. A campanha vai durar cerca de seis meses. Após esse período, as adolescentes que não tiverem recebido as doses poderão procurar um posto de saúde e apresentar identidade, cartão de vacinação e autorização dos pais. "A partir de 2014, serão imunizadas apenas meninas de 11 anos", afirmou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa.


Segundo a secretária da Mulher, Olgamir Amancia, a ação democratiza o acesso à saúde. "A vacina contra o HPV já está disponível para a população, mas até então apenas as mulheres com poder aquisitivo mais elevado conseguiam comprá-la. Com a inclusão da vacina na rede pública, estamos protegendo um número maior de meninas", enfatizou a secretária.


Orientação – O cronograma de vacinação foi elaborado de acordo com o calendário escolar, respeitando o período de férias. A primeira dose será aplicada de 1º a 26 de abril; a segunda, de 3 a 28 de junho, e a terceira, de 30 de setembro a 1º de novembro. As alunas só podem ser imunizadas mediante autorização dos pais.


Para orientar os envolvidos na campanha, as secretarias de Saúde e de Educação realizam, em conjunto, um trabalho de conscientização sobre a vacina. "Temos feito várias reuniões com a comunidade e com os professores, explicando o motivo e a importância dessa medida", contou o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.


Auxiliar de Serviços Gerais no CEF 01 da Estrutural, Elizete Maria da Conceição, de 50 anos, aprovou a iniciativa. "Sou mãe e não tenho condições de pagar por uma vacina como essa, assim como outras mães não têm", ponderou. "A professora explicou que é importante para a saúde. Não doeu nem um pouco", contou a filha de Elizete, Daniela Cristina, de 11 anos e estudante do 6º ano.
 

agenda governador
momento da copa
banner historia sucessos
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Saúde Começa vacinação contra HPV nas escolas