gototop
Menu Geral
X
Menu Agência Brasília
X
FacebookTwitterFlickrFeed

Começa vacinação contra HPV nas escolas

No Dia Internacional da Mulher, governador Agnelo Queiroz lançou campanha que vai imunizar 64 mil meninas de 11 a 13 anos. Vírus é a principal causa do câncer do colo do útero

Evelin Campos, da Agência Brasília
8 de Março de 2013 - 15:51
Foto: Lula Lopes Começa vacinação contra HPV nas escolas


Em uma iniciativa pioneira no país, o Governo do Distrito Federal lançou, nesta sexta-feira (8), no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 01 da Estrutural, a campanha de vacinação contra o papiloma vírus (HPV). A meta é imunizar 64 mil meninas com idade entre 11 e 13 anos, de todas as escolas públicas e privadas do DF.


O governador Agnelo Queiroz, ao lado da primeira-dama, Ilza Queiroz, acompanhou a aplicação da primeira dose em uma das 364 meninas do CEF 01. O objetivo da campanha é prevenir a incidência do HPV, um vírus sexualmente transmissível, responsável por 70% dos casos de câncer de colo uterino no mundo. "Em 2012, 90 mulheres morreram em decorrência dessa doença no DF. Com essa ação preventiva, vamos salvar muitas vidas", destacou o governador.


A escolha da faixa etária foi embasada por estudos, realizados entre as meninas do DF, que apontam o início da vida sexual após os 15 anos. "A ideia é vaciná-las hoje para protegê-las no futuro", explicou a primeira-dama, uma das principais articuladoras da ação. Para isso, o GDF adquiriu 192 mil doses da vacina, um investimento de R$ 13 milhões. Cada menina receberá três aplicações, com intervalos de 60 e 180 dias após a primeira.


Prevenção – A vacina protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV. A campanha vai durar cerca de seis meses. Após esse período, as adolescentes que não tiverem recebido as doses poderão procurar um posto de saúde e apresentar identidade, cartão de vacinação e autorização dos pais. "A partir de 2014, serão imunizadas apenas meninas de 11 anos", afirmou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa.


Segundo a secretária da Mulher, Olgamir Amancia, a ação democratiza o acesso à saúde. "A vacina contra o HPV já está disponível para a população, mas até então apenas as mulheres com poder aquisitivo mais elevado conseguiam comprá-la. Com a inclusão da vacina na rede pública, estamos protegendo um número maior de meninas", enfatizou a secretária.


Orientação – O cronograma de vacinação foi elaborado de acordo com o calendário escolar, respeitando o período de férias. A primeira dose será aplicada de 1º a 26 de abril; a segunda, de 3 a 28 de junho, e a terceira, de 30 de setembro a 1º de novembro. As alunas só podem ser imunizadas mediante autorização dos pais.


Para orientar os envolvidos na campanha, as secretarias de Saúde e de Educação realizam, em conjunto, um trabalho de conscientização sobre a vacina. "Temos feito várias reuniões com a comunidade e com os professores, explicando o motivo e a importância dessa medida", contou o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.


Auxiliar de Serviços Gerais no CEF 01 da Estrutural, Elizete Maria da Conceição, de 50 anos, aprovou a iniciativa. "Sou mãe e não tenho condições de pagar por uma vacina como essa, assim como outras mães não têm", ponderou. "A professora explicou que é importante para a saúde. Não doeu nem um pouco", contou a filha de Elizete, Daniela Cristina, de 11 anos e estudante do 6º ano.
 

Agenda do Governador do Distrito Federal
 
Saiba quais os desligamentos programados pela Ceb
 
Falta de água programada pela Caesb
 
Vagas de Emprego no Distrito Federal
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Saúde Começa vacinação contra HPV nas escolas